7 Inovações que prometem mudar o mundo em 2016 – Parte 1

artificial_intelligence

Fizemos uma pesquisa sobre as 7 principais tendências de tecnologia e inovação que prometem sacudir o mundo nos próximos anos. Nesta série de 7 publicações vou entrar em cada uma delas, explicando como estas novidades prometem afetar as nossas vidas e como um Profissional do Futuro deve ficar antenado para as oportunidades que são abertas.

As 7 Inovações são:

  1. Inteligência Artificial;
  2. Nova Era na exploração espacial;
  3. Blockchain – O que é por que pode ser uma revolução tão grande quanto a própria internet;
  4. Optogenetica – Uma revolução da mente;
  5. Neuropredição;
  6. Aprendizado Sintético – Máquinas aprendendo a aprender;
  7. Tecnologia CRISPR – Genética do Futuro

A Inteligência Artificial – Leia abaixo e entenda mais sobre esta tendência e como ela afetará o mundo e como ele se organiza.

Este é um tema que assusta muitas pessoas. Todo mundo já viu algum filme sobre robôs que começam a matar tudo mundo por que acham que o problema do planeta somos nós. Mas, a realidade não é bem assim. O surgimento de uma Inteligência Artificial (IA) é inevitável, todas as maiores empresas do mundo estão com grandes investimentos em algum tipo de IA. Isto por que esta descoberta abre a porta para infinitas possibilidades para a humanidade e de certo modo esta tecnologia necessária já existe.

Mas, o que é IA, como ela afeta o meu dia-a-dia? IA é a capacidade de sistemas de informação serem capazes de realizar processos complexos de computação por si mesmos, ou seja, sem a interação humana. Isto serve para milhares de aplicações, até mesmo para aprendizado. Imaginem uma máquina que pode aprender sozinha sobre qualquer assunto. Isto é inteligência artificial. Se nós somos capazes de aprender, uma máquina com inteligência também será capaz. No dia-a-dia já vemos isso, por exemplo, quando realizamos uma busca no Google, aquela busca não é feita por seres humanos por trás das máquinas, existem algoritmos inteligentes que respondem automaticamente às nossas perguntas e comportamentos. Quando usamos um aplicativo para achar um endereço no GPS existem estes mesmos algoritmos achando as melhores rotas com base no que está acontecendo naquele momento no trânsito.

Um avanço interessante está na revolução das comunicações. Já existem experiências com IA para conversas em línguas diferentes, ou seja, você pode falar no seu idioma e a conversa será traduzida automaticamente para a outra pessoa em seu idioma nativo. Poderemos conversar naturalmente com um japonês. Cada um na sua própria língua.

O Facebook e a Google estão investindo em sistemas com IA para reconhecimento facial e reconhecimento de imagens. De acordo com um levantamento lançado em 2015 a taxa de erro destes sistema em adivinhar o conteúdo de uma imagem caiu de 25% em 2011 para menos de 4% em 2015. Isto significa que estas empresas em breve terão sistemas de reconhecimento de imagens tão poderosos quanto os nossos olhos! Imaginem as aplicações de algo assim. Se você utilizar seu celular para identificar algo no google, existe uma chance de 95% do google acertar aquilo que está sendo capturado.

Mas, se a IA é tão boa, por que precisamos nos preocupar? Um ponto de alerta dos cientistas é que pode existir uma explosão de inteligência com a descoberta da IA. Explosão de inteligência significa que uma máquina pode ficar encarregada de descobrir como deixa-la mais eficiente e mais rápida. Como ela será inteligente ela provavelmente fará isso mais rápido e eficiente que nós e irá gerar uma segunda geração de máquinas mais inteligentes. Com este ciclo se repetindo, em breve a capacidade das máquinas superará rapidamente a nossa capacidade de entende-la, assim como acontece hoje com os macacos. Seremos macacos perto de uma superinteligência artificial.

Nossas inovações, forma geral, provocam reações resultados de forma reativa e não proativa. Por exemplo, o carro foi inventado no século 19, mas muitas pessoas tiveram que morrer até termos o costume de usar cintos de segurança. Imagine isto com IA, quais serão as lições que teremos que aprender até dominarmos esta tecnologia, se é que isto será possível. Controlar a possibilidade da explosão da inteligência é um passo fundamental para o controle humano sobre o processo.

O filósofo Nick Bostrom postula que no momento que conseguirmos programar uma IA que consiga aprender sozinha, esta será a última invenção dos seres humanos. Não precisaremos inventar mais nada por que bastará pedir para uma inteligência muito superior à nossa a solução dos nossos problemas. A IA será tão superior em desempenho que ela trata soluções muito superiores ao que nós, coletivamente seriamos capaz de pensar.

Outro aspecto interessante sobre IA é que a nossa inteligência está limitada à nossa cabeça. Um neurônio dispara um número limitado de sinapses por segundo, um chip de computador já supera nossa capacidade em milhares de vezes. Além disso, um computador não está preso fisicamente, como nós estamos, existem modelos de computação compartilhada em que o processamento da informação ocorre em múltiplos lugares, separados fisicamente, simultaneamente.

A solução que todos os especialistas apontam é surpreendente. Eles orientam e explicam que a IA para ser segura, deve enxergar e compartilhar os valores humanos, assim ela perceberá que deve valorizar o ser humano, mesmo quando ela perceber que podemos ser um problema. Veja o paradoxo, inventamos algo que deve ter nossos valores para que esta coisa não seja capaz de nos subjugar no futuro.

Como você enxerga esta nova tecnologia. Não adianta ter receio se ela virá ou não, ela já está aqui, portanto, temos que entender seu funcionamento e aplicações.

Seguem alguns links interessantes sobre este tema:

Em Português:

http://www.tecmundo.com.br/inteligencia-artificial

http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/09/150916_inteligencia_artificial_maquinas_rb

http://www.inbot.com.br/novo/cases.php

Em Inglês:

http://www.bloomberg.com/news/articles/2015-12-08/why-2015-was-a-breakthrough-year-in-artificial-intelligence

Curso gratuito na Universidade de Berkeley sobre IA:

https://www.edx.org/course/artificial-intelligence-uc-berkeleyx-cs188-1x

Associação para o Avanço da Inteligência Artificial:

http://www.aaai.org/home.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *